Trabalho e Emprego

Coordenador:

Prof. Doutor Miguel Baião dos Santos (SOCIUS)

—-

O enfoque científico deste grupo inclui áreas como:

  • Sociologia do Trabalho;
  • Organizações e Emprego;
  • Relações Laborais;
  • Economia da Educação e do Trabalho;
  • Género, Trabalho e Organizações;
  • Comportamento Organizacional;
  • Gestão de Recursos Humanos;
  • Empreendedorismo.

A investigação segue uma perspectiva interdisciplinar, envolvendo as áreas acima mencionadas, e uma análise aos níveis macro e micro. A investigação está centrada no estudo dos principais padrões e mudanças em termos de trabalho, emprego, competências, educação, formação, relações de género, liderança e empreendedorismo.

O objetivo é contribuir para a discussão geral destes campos através: do desenvolvimento de projectos de investigação; da participação activa em reuniões e redes científicas nacionais e internacionais; da publicação de artigos em revistas arbitradas por pares, de capítulos de livros e de livros; da participação docente em formação graduada e pós-graduada a nível nacional e internacional; e da promoção da disseminação de resultados científicos junto de decisores políticos e na sociedade em geral. A integração da investigação e da formação é uma prioridade essencial, exigindo, por um lado, o envolvimento de estudantes de pós-graduação em actividades de pesquisa e, por outro lado, a integração dos resultados de investigação nos recursos docentes. O objectivo geral é contribuir para aprofundar a compreensão destas questões e, assim, contribuir para a solução de problemas sociais, promovendo a inovação na esfera do trabalho e das organizações, essencial para um desenvolvimento sustentável e inclusivo, tanto ao nível social como organizacional.

Os projectos a serem desenvolvidos pelo grupo e a disseminação dos seus resultados, para o período de 2015-2020, estão em linha com a estratégia Europa 2020 e os principais desafios societais estabelecidos no Horizonte 2020. Entre os principais desafios de investigação devem destacar-se: o desemprego; a insegurança laboral e os trabalhadores pobres, com particular ênfase para os grupos mais vulneráveis, como os jovens e as mulheres; a desistência e o insucesso escolar; as desigualdades de género; o envelhecimento activo; e as mudanças nas relações laborais. Alguns projectos de investigação já foram iniciados, como sejam as áreas dos trabalhadores pobres em Portugal e da análise comparativa de atitudes perante o trabalho de funcionários de fábricas de automóveis em Portugal e no Brasil.

Os membros do grupo irão desenvolver novas propostas de projectos para os seguintes tópicos: o impacto dos programas de crise e austeridade sobre o trabalho, o emprego, as relações laborais e as relações de género; o desemprego jovem e a insegurança laboral no mercado de trabalho; desistência e insucesso escolares no ensino superior; as disparidades salariais entre géneros; o género e a tomada de decisão no campo económico; liderança e género nas organizações; modelos organizacionais e equilíbrio trabalho-família; elaboração de metodologias para avaliação de políticas públicas em matéria de emprego, políticas de activação do mercado de trabalho, não-discriminação e igualdade de género; género, envelhecimento e trabalho.

O grupo tem por objetivo aumentar a produtividade no que respeita a publicações, nomeadamente em revistas arbitradas por pares e em publicações internacionais. Os membros do grupo deverão intensificar ainda mais a sua participação em redes científicas internacionais e em redes de colaboração com universidades e centros de investigação. A colaboração com organizações privadas, parceiros sociais, ONGs e agências governamentais almeja a promoção da disseminação e discussão dos resultados da investigação.

Lista de investigadores associados a este grupo

©2017 CSG desenvolvimento [m]

Log in with your credentials

Forgot your details?