16 FEV 2017, 18h | Conferência “As metamorfoses do trabalho e a governação pelos números”, com Alain Supiot

ISCTE/IUL, 16 Fevereiro 2017

banner_fr_lr

Resumo (en français ci-dessous)

A organização do trabalho já não assenta na divisão do trabalho entre dirigentes e subordinados,  nem na decomposição do trabalho destes num conjunto de operações simples e mensuráveis. Antes visa a mobilização das capacidades de todos os trabalhadores, incluindo os dirigentes. Uns como os outros devem mostrar-se reactivos e realizar os objectivos quantificados que lhes são atribuídos. No plano jurídico, esta nova concepção do trabalho significa ir além da oposição entre autonomia e submissão da vontade. A organização do trabalho industrial baseava-se na distinção entre trabalho independente e trabalho assalariado e na subordinação dos dirigidos  aos dirigentes.  A do trabalho pós industrial baseia-se na programação de todos.

A conferência será proferida em francês e o debate será multilingue.

Serão desenvolvidos temas recentemente apresentados no texto What International Social Justice in the Twenty-First Century?

Ver também a entrevista no site Open Democracy

 

Nota biográfica (en français ci-dessous)

Doutorado [Docteur d’État] em direito (Bordeaux, 1979), professor [agrégé] das faculdades de direito(1980), doutor honoris causa da Universidade de Louvain-La-Neuve e membro correspondente da British Academy (2015),  Alain Supiot foi successivamente professor na universidade de Poitiers,  na universidade de Nantes (UMR-CNRS 6028) e membro do Institut universitaire de France (2001), antes de ser eleito ao Collège de France em 2012. Entre 1998 e 2000 presidiu o Conselho Nacional de Desenvolvimento das Ciências Humanas e Sociais [França].

A sua carreira foi marcada por vários anos de investigação no estrangeiro (1981 : Institute of Industrial Relations de Berkeley ; 1989/90 : Instituto Universitário Europeu de Florença ; 1997/98 : Wissenschaftskolleg zu Berlin). Em Nantes fundou, em 1995, a Maison des Sciences de l’Homme Ange Guépin, e, em 2008, o Institut d’études avancées, que acolhe em residência científica, conjuntamente, cientistas dos países do « sul » e do « norte ». Depois de ter dirigido este Instituto entre 2008 e 2013, é hoje presidente do seu Comité estratégico.

Alain Supiot publicou individualmente ou em colaboração 24 livros, entre os quais vários traduzidos em linguas estrangeiras, e participou em 45 obras colectivas. É autor de 71 artigos em língua francesa e 85 em línguas estrangeiras. As suas investigações desenvolveram-se em dois terrenos complementares : o direito social e a teoria do direito.

Fonte: Collège de France

Programa

18.00

Abertura | Pierre Guibentif – DINÂMIA’CET-IUL

Conferência
Métamorphoses du travail et dynamique de la gouvernance par les nombres
Alain Supiot | Professeur no Collège de France, Paris

 

Debate

19.30
Lançamento do livro de Alain Supiot, Crítica do direito do trabalho, editado pela Fundação Calouste Gulbenkian

Com intervenções de António Monteiro Fernandes (DINÂMIA’CET-IUL) e Manuel Carmelo Rosa (Fundação Calouste Gulbenkian)

 

Mais informação aqui.

©2021 CSG desenvolvimento [m]

Log in with your credentials

Forgot your details?