Doutoramento em Ciências da Sustentabilidade – Candidaturas abertas até 12 de junho 2020

Encontra-se a decorrer, até 12 de junho de 2020, o período de candidaturas à 3ª Edição do Doutoramento em Ciência da Sustentabilidade, que confere o grau em Ciências da Sustentabilidade: REcursos, Alimentação e SOciedade (REASOn).

As tendências globais da sociedade e da economia colocam novos desafios à produção e consumo agroalimentar. O crescimento demográfico e a urbanização acelerada, a globalização das cadeias de valor e as novas realidades económicas e sociais das economias emergentes, surgem como fenómenos marcantes do século XXI e, num quadro de alterações climáticas, têm forte impacte nas decisões do sector agroalimentar. Perspectiva-se que, o sistema de produção alimentar caminhe para a insustentabilidade, colocando em causa a satisfação das necessidades de uma população mundial que se prevê vir a atingir os 9,8 mil milhões em 2050. Considerar nas decisões de produção e consumo a inevitabilidade de recursos escassos e comprometidos, ao mesmo tempo que se reduz o impacto sobre o meio ambiente, são desafios que apenas encontram resposta quando abordados através de uma profunda compreensão da interacção entre a ecologia e a sócio-economia; uma vertente que é integrada nas denominadas Ciências da Sustentabilidade.

O Doutoramento Interuniversitário em Ciências da Sustentabilidade oferece a possibilidade de criar um novo conhecimento transdisciplinar para produzir impacto e responder aos novos desafios e a estas novas realidades. Tem como destinatários (as) profissionais de sucesso e os melhores estudantes que procuram transformar conhecimento em resultados e inovação, com formação académica em qualquer área do conhecimento. Permite o desenvolvimento de tese em ambiente universitário, em ambiente empresarial/indústria, ou – numa tipologia inovadora em relação à oferta tradicional dos cursos de 3.º ciclo – em contexto profissional de trabalho. Este último modelo oferece a possibilidade de realização de uma tese aplicada a uma questão científica relevante para o exercício da actividade profissional quotidiana do doutorando, e que pode ser desenvolvida com ou na própria organização empregadora, para explorar a translação de duplo sentido entre prática e ciência.

O Doutoramento foi concebido no âmbito do Colégio Food, Farming and Forestry (F3), mobilizando um corpo docente que inclui 46 professores(as) de 17 das Faculdades e Institutos da Universidade de Lisboa (onde se integra o ISEG – Instituto Superior de Economia e Gestão/CSG). Este modelo diferencia-se pela forma como combina a composição verdadeiramente multidisciplinar do seu corpo docente com processos pedagógicos imersivos onde a aquisição e integração de novo conhecimento está vinculada com metodologias de trabalho de grupo “em projecto”, trabalho autónomo, e uso de tecnologias de informação e comunicação, com acompanhamento e orientação dos docentes assente na discussão e debate em painéis multidisciplinares.

Tem como destinatários profissionais de sucesso e os melhores estudantes que procuram transformar conhecimento em resultados e inovação, com formação académica em qualquer área do conhecimento. Permite o desenvolvimento de tese em ambiente universitário, em ambiente empresarial/indústria, ou – numa tipologia inovadora em relação à oferta tradicional dos cursos de 3.º ciclo – em contexto profissional de trabalho. Este último modelo oferece a possibilidade de realização de uma tese aplicada a uma questão científica relevante para o exercício da actividade profissional quotidiana do doutorando, e que pode ser desenvolvida com ou na própria organização empregadora, para explorar a translação de duplo sentido entre prática e ciência.

Obtenha mais informação sobre Plano de Estudos, Grupo Docente, Matrícula e Inscrições aqui >>

©2020 CSG desenvolvimento [m]

Log in with your credentials

Forgot your details?